elton jonh brasil blog 4

Saturday, December 02, 2006

COMUNIDADE ELTON JOHN BRASIL ORKUT








Existem certos fatos em nossa vida que se repetem









Existem certos fatos em nossa vida que se repetem. Lembro
bem, quando em 1985, após minha entrada no EJC, a TV BANDEIRANTES em especial de
ELTON JOHN na mesma emissora e rádios de RIBEIRÃO PRETO divulgaram nosso
trabalho, de forma espontânea, sem divulgação alguma de nossa parte.



 






 



AUMENTE O SOM ESSA PÁGINA CONTÉM MÚSICA !



HIGH THE SOUND ... MUSIC !!!


 


 


Choveram cartas, lá para casa, de todo canto do Brasil. Foi
assim que conheci Wagner Cabrerisso, Concilia Ortona, Cley Pack, Vera Lúcia
Moreira, com quem escrevi a única biografia em língua portuguesa sobre Elton
John até hoje: TORRE DE BABEL. Era a obra
definitiva de nosso trabalho, feito com
muitos textos e suor e divulgado boca a boca pelo Brasil afora.


 


Hoje, com o advento da Internet os fatos retornam a
ocorrer. Fãs da Venezuela, Argentina, Itália, Espanha se agregaram a nosso grupo, vejo
até grupos Franceses falarem com exclamações do web site de EJC, o que nos deixa
muito orgulhosos.


 


Em meio a tantos e-mails (Rimou!) enviados para

eltonjohnscorporation@yahoo.com.br
, onde solicitam mp3 , vídeos, e
respondemos dúvidas diversas e felicitações ao nosso trabalho, recebemos um
e-mail especial, em particular, pois era  do maior divulgador do trabalho de
Elton no país no momento: Flávio Yukio Motonaga
da comunidade ELTON JOHN BRASIL , no ORKUT.


 






 




http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=142097


 





 


Foto: FLÁVIO


 


Ficamos surpresos pela forma que soube de nossa existência:


 


Olá Débora e Robson!


Por meio da Wikipédia (um dos
maiores dicionários on line da Web) encontrei o site da Elton John´s
Corporation.


 


Tenho uma comunidade no Orkut -
Elton John Brasil - e hoje estamos chegando na marca de 3.000 membros.


 





 


Fiquei bastante impressionado ao
saber que a Elton John´s Corporation surgiu em 1978. Tinha apenas um ano de
idade na época e percebo que esse tipo de magia que é transmitida por gerações
através do piano, melodias e letras é algo que deva estar acima dos conceitos
oferecidos pela razão.


 


Não estou enviando esse e-mail para
pedir informações sobre algum álbum perdido no tempo ou alguma informação
valiosa. Escrevo apenas para compartilhar a devoção que temos por Elton John.
Escrevo para dividir essa convergência de sentimentos e alegria de ouvir notas
de Goodbye Yellow Brick Road ou frases enérgicas de The Bitch is Back.


 


Por sorte ou coincidência toco
piano. Estudei piano há um tempo, e faço aulas de guitarra e canto, atualmente.
E claro, não posso deixar de dedilhar Your Song, Monalisas And Madhatters, entre
outras.


 


Voltando à comunidade do Orkut, é
tão bacana saber que existem membros das mais variadas gerações. Os usuários
mais maduros costumam reclamar que Elton John não é mais o mesmo. Os mais jovens
ressaltam a apreciação por composições da década de 80 pra cá. Na minha opinião,
essa fusão de percepções, gerações e apreciações é o grande barato de tudo isso.
Em meio de discussões se Ele é bom ou não, mantemos acesa a chama do próprio
ídolo.


 


Evocamos EJ como um tipo de ícone.
Compartilhamos desse mesmo sentimento que bate no peito, faz sair um sorriso e
deixa uma impressão no momento que captamos o som pelos ouvidos.


 


Tudo isso é um tipo de mágica que
somente quem tem um ídolo pode sentir. E que sentimento foi o show de 1995!


 


Sou apreciador de Elton John por
alguns motivos:


 


- Pelo fato dele ser um dos poucos
artistas que faz rock e pop através do piano, e não da guitarra.


- Pelo fato de compor arranjos
complexos e detalhados, que foge do padrão pop "comum".


- Pelo fato da mudança de timbre de
voz, que outrora alcançava tons altíssimos e hoje oferece um estilo mais
elegante.


- Pelo simples fato do encontro,
época que recebia mesada e gastei meus 30 cruzeiros em uma fita dupla denominada
"The Very Best Of Elton John".


 


E essa fita apareceu na minha vida
com uns 14 anos. O CD estava começando a mudar o mercado fonográfico. Mas eu só
tinha dinheiro para comprar a tal fita, que estava solitária em meio aos CD´s.


Quando coloquei a fita 01, a
sonoridade não caiu tão bem como imaginava. Quem era Elton John? O que tocava
aquele carinha com os dedos entrelaçados e aquele gorrinho esquisito?


 


Mas foi ouvindo "Saturday Night´s
Alright For Fighting" que minha mente resgatou um a imagem da minha vida, muito
antes daquele instante...


 


...devia ter uns 4 anos de idade.
Voltava de mãos dadas com a minha mãe da escolinha. Meu pai sempre ouviu som
alto, e ouve até hoje. Ao chegar na porta de casa, percebíamos eu e minha mãe
que o som estava ligado. Quando ela abriu a porta aquele barulho todo invadiu
nossos ouvidos: era Saturday Night´s Alright For Fighting.


 


Daquele momento para hoje, aqui
estou escrevendo sobre essa coisa toda que é Elton John!


 


Um abraço,


Flávio Yukio Motonaga


 


O ELTON JOHN BRASIL é hoje o MAIOR grupo de fãs de Elton
John no país com seus mais de 4000 associados e onde ocorrem os maiores volumes
de troca de mensagens entre fãs.


 


Tal fato é tão relevante, pois nunca houve na história
local tão concorrido, que o ELTON JOHN BRASIL BLOG não poderia de deixar de
homenagear FLÁVIO.


 


FLÁVIO  YUKIO EM:


 


AND IN THE END...NOBODY
WINS


 


Como vai Flávio, muito obrigado pela exclusividade dessa
entrevista, em hora ou momento tão importante e oportuno. Como todo mundo pode
ler esse Blog têm titulo nada original e, para mim, já é uma homenagem a seu
trabalho.


 







 


Temos muitas perguntas, mas não se preocupe, pois essa
entrevista é bem “LIGHT”, fique tranqüilo, não vamos tratar de disse-me-disse.


 


Para começar gostaria de saber em que momento de sua vida
você se deparou com a figura de Elton John e quanto tempo levou para se tornar
admirador de sua obra.


 


Flávio: Olá a todos do Elton John
Brasil Blog. Primeiramente gostaria de agradecer pela oportunidade em dividir um
pouco do pensamento e contexto que envolve Elton John, suas canções, Bernie
Taupin e essa história figurativa e criativa de mais de três décadas.


 


A imagem de Elton John, e sua
representatividade, surgiram na época que a mídia CD estava começando a ser
disseminada no Brasil. Naquela situação o vinil e as fitas cassetes predominavam
e eu, adolescente, levava no bolso alguns Cruzados de mesada. Meu pai tinha
acabado de adquirir um player de CD e eu estava começando a desenvolver e
definir meu gosto musical.


 


Foi nesse contexto, e com os
poucos Cruzados, que encontrei em meio a diversos CD´s, em uma prateleira de um
hipermercado, um fita cassete dupla. Era o que o dinheiro dava e foi curioso
encontrar uma fita dupla, de capa azul com um artista de óculos, um chapéu
engraçado e os dedos entrelaçados: The Very Best Of Elton John.


 


Comprei, levei para casa sem saber
o que ouviria e percebi que meu primeiro contato com o artista, de maneira
inconsciente, havia sido feito há bons anos antes. Ao ouvir a primeira fita
tocou “Saturday  Night´s Alright for Fighting” e rememorei uma vez que voltava
de mãos dadas com a minha mãe da rua ainda criança e, ao abrir a porta de casa,
meu pai ouvia em alto volume uma rádio qualquer da época. Essa era a canção que
estava tocando.


 


 


 


No meu tempo, em 1973, eu escutava EJ pelos discos que
minha irmã mais velha, Sandra. Roubava os lps e compactos de seu quarto e
colocava na eletrola, quando saia. Tinha 8 anos e gostava dos LALALAS de
CROCODILLE ROCK. Quando comecei eu mesmo a comprar seus discos em 1977 me
deparei com aquele volume de músicas gigantesco. Imagino Você e outros fãs na
década de 90 ao se depararem com essa produção, já avançada. Como foi para você
a surpresa de encontrar tantas boas canções, de imediato?


 


Flávio: Definitivamente foi uma mistura de
surpresa com estranhamento. Acredito que, assim como Chico Buarque no Brasil, EJ
é um artista que a gente “saboreia” aos poucos. No primeiro momento gera uma
estranheza. Porém, ao ouvir suas canções com uma certa freqüência, a atração vai
se desdobrando. Já devo ter ouvido umas 50 vezes o “The Captain e The Kid” desde
que comprei, no fim de semana de lançamento no Brasil. E esse processo de
“degustação” prevalece. A cada audição e uma seção diferente.


 


A parte da surpresa veio quando
reparei em “Saturday Night´s alright For Fighting” e me lembrei da situação
vivida há bons anos atrás.


 





 


Como foi e quando foi que surgiu a idéia da comunidade
ELTON JOHN BRASIL? Você foi o primeiro a se lançar no ORKUT como fã de Elton
John? Qual a história do EJ BRASIL?


 


Flávio: O Elton John Brasil nasceu no
começo de 2004 e já existiam outras comunidades, nacionais e estrangeiras. A
comunidade “Elton John – Now and Forever” já possuía uns 800 membros quando
comecei com a EJ Brasil.


Não tinha grandes pretensões nem
fui influenciado por nenhum “criador-de-comunidade”. Simplesmente tive vontade
de criar mais um ambiente do EJ pela apreciação que tenho e para abrir um espaço
que atenda temas relacionados, que fale sobre outros pianistas como Billy Joel,
questões da diversidade, entre outros conceitos que estejam associados ao
músico.


 


Quais são, apara você, as regras básicas para participar de
sua comunidade ou uma comunidade como essa?


 


Flávio: No meu ponto de vista quem define
as regras é o próprio Orkut, os próprios usuários e a liberdade de expressão que
deve existir em todo tipo de mídia. Particularmente sou plenamente a favor da
liberdade de expressão, mesmo que esse pensamento promova em determinados
momentos alguns debates mais calorosos. O nível qualitativo dos argumentos, as
questões da boa colocação da língua portuguesa escrita, entre outros temas
relacionados quanto ao perfil dos usuários não diz respeito à EJ Brasil e a
nenhuma outra comunidade. Por enquanto é assim que tenho administrado a
comunidade. O que não quer dizer que num futuro esses pensamentos se modifiquem
de acordo com novas realidades.


 


Acredito que na fase que estamos
com a comunidade a polêmica entre membros é algo que contribui com o crescimento
da próprio comunidade. Mesmo porque nosso adorado artista em questão é um
símbolo de polêmicas! Não faz sentido nenhum bani-las!


 


Em outro e-mail seu você falou sobre a ELTON JOHN BAND:


 


Olá Robson!


Obrigado pela resposta. Seguem meus
comentários abaixo em azul.


Antes dos comentários, gostaria de
ver com você um assunto que muito me interessa. E de certa maneira interessa a
todos os fãs de Elton John.


 


Atualmente participo de uma banda
chamada Rádio V8 - www.radiov8.com.br - sou tecladista / pianista e faço um duo
vocal com o guitarrista. O foco principal da Rádio V8 é Rock e Pop. Nos
apresentamos mensalmente em bares e livrarias.


 


Porém, faz um bom tempo que tento
levar um Projeto de montar uma banda exclusiva para tocar Elton John. Tenho 29
anos, faço aula de canto e guitarra, e piano toco faz mais de 10 anos. Moro em
São Paulo e queria (encarecidamente) pedir a sua ajuda. Sou formado em
propaganda e marketing. A foto da minha comunidade foi criação própria. Tenho
uma empresa que trabalha com Comunicação e Marketing.


 


Você deve ter um mailing list de
contatos admiradores de Elton John. Gostaria da sua ajuda para encontrar um
baixista, um guitarrista e um baterista / percussionista (um deles fazendo
backing vocal), residentes em São Paulo, para formar essa banda.


 


Gostaria de levar essa história com
comprometimento e sei que público podemos juntar através de seus contatos. Você
vê viabilidade em concretizar esse Projeto? O intuito é fazer apresentações e
não somente ensaios. A banda servirá como terapia para mim e para os outros
músicos. Podemos pensar em levar um trabalho paralelo constante...


 


Desde já agradeço!


 


Esse projeto vai vingar?


 


Flávio: Tenho pretensão para que vingue.
Ultimamente meus projetos vigentes têm exigido bastante de meu tempo e energia.
Não sei se tenho 2007 como meta para o projeto da banda. Mas é questão de criar
a situação. E acredito que por meio dessa entrevista, pessoas interessadas que
tocam instrumentos, que morem em São Paulo
e que valorizem Elton John possam se interessar em desenvolver esse
trabalho e entrar em contato! O estúdio de ensaio, o pianista e o vocalista já
estão garantidos!


 


 


Flavio sou um penetra bem-intencionado em sua comunidade,
tomo espaço divulgando meu trabalho e inserindo novidades. Antes de minha
chegada reparei que os fãs somente trocavam mp3 comerciais entre si. Hoje vejo
vários inserindo arquivos raros e vídeos para download. Meu intuito é, ainda, é
de ver os mesmos escreverem textos sobre elton John lá mesmo em sua comunidade,
sem medo de erros gramaticais ou de português como alguns sugerem, pois acredito
que o espaço é democrático seja no nível, social, cultural, religioso e outros
diversos. Quando veremos um texto seu? Já sabemos que escreve bem, escreveria
uma matéria para

www.eltonjohnsupershow.cjb.net
, por exemplo?


 


Flávio: Primeiramente é muito bom saber
que existem membros que contribuem de maneira positiva para o desenvolvimento da
comunidade. O Orkut e a EJ Brasil formam isso: um espaço para que os membros
exponham pensamentos e pontos de vista.


 


Nos últimos meses meu tempo tem
sido escasso para dar a atenção para determinados assuntos como o Orkut. Mas
seria muito legal escrever um artigo e postá-lo sim. Por favor, sugiram o tema
que posso escrever! Não só para a EJ Brasil escreveria, como também para outras
mídias que enalteçam nosso astro!


 


 


Vamos falar de ELTON JOHN, agora:


 


Hoje ELTON está em uma
tour promovendo seu novo CD. Veja bem, adorei o novo CD, realmente, achei BEM
MELHOR que Peachtree Road e Leteast, mas não está vendendo tão bem. Elton John
faz hoje o mesmo que fez no tempo de THE FOX: Tours nas TVs para entrevistas
para promover o CD e tentar alavancar as vendas. Você acha mesmo que ele irá
deixar essa promoção nos EUA e Europa para vir ao Brasil, o maior mercado da
América Latina, ou vai ter interesse apenas pelas posições lá do alto do
hemisfério?


 


Flávio: Eu não sou um fã preocupado com as
vendas de discos de EJ no tempo de hoje. Sua carreira já está solidificada no
universo da música. O mais importante é se eu gosto da música e se tenho vontade
de tocá-la. Eu, como um fã, sou o melhor canal para promover o artista para o
potencial público que freqüenta meu círculo social. Se eu gosto, sou capaz de
fazer outras pessoas gostarem também. Mas não com o intuito de ajudá-lo com
vendas. Isso ele não precisa. Mas com o exclusivo objetivo de apresentar músicas
boas que funcionam a mais de três décadas.


 


Elton John na Europa é um artista
popular. Freqüentemente aparece na mídia. Nos EUA um pouco menos, mas é onde as
coisas acontecem, considerando um novo disco como um produto, considerando um
artista como uma “máquina capital”.


 


No meu ponto de vista, para um
artista inglês com a carreira consolidada vir ou não para o Brasil tem mais a
ver com a apreciação pessoal do que para negócio em si.


 


Posição nas paradas de THE CAPTAIN AND THE KID:


 





 




http://en.wikipedia.org/wiki/The_Captain_&_The_Kid



 















































Billboard 200

[1]
Week 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
Position

18



49



89



116



165



out



out



68


   
Total sales

36,839



62,867



74,112



82,607



88,203



out



out



104,203


   

































UK Albums Chart

[2]
Week 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
Position

6



24



46



69


           



 


Tirando nós fãs, onde a maioria gosta até mesmo de HEY PAPA
LEGBA (risos) o público NÃO FÃ, em conversas pela NET (Digite na busca GOOGLE ou
YAHOO as frases “eu adoro elton John” “eu amo elton John” “amo elton John”
“elton John no Brasil”, ENTRE ASPAS - invente outras opções) Falam o mesmo: “ELE JÁ FEZ BOAS CANÇÕES NO
PASSADO”. Isso parece reflexo da falta de um HIT nas rádios. Será possível que
Elton John não obtenha um grande público para um show no Brasil nos dias de
hoje, como já disseram?


 





 


Flávio: Não tenho dúvidas que Elton John
hoje não move mais tantas pessoas como na década de 70 ou 80. O que não tem
absolutamente nada a ver com a qualidade do trabalho ou criatividade. Tem a ver
com mudanças culturais, com o fato de ser uma representação “antiga” de um
artista que já foi novo. Com o tipo de sonoridade do que hoje é considerado
popular e com as mensagens que o mundo moderno quer ouvir.


 


Por uma lado, realmente, Elton
John não move, nem toca mais tantas pessoas como antigamente pois o contexto
cultural / social de hoje é outro. Por outro lado, ele não faz parte do grupo de
artistas contemporâneos que tem uma “vida útil” de estrelato de no máximo 5
anos. E para mim, é bem mais positivo estar no hall dos imortais como John
Lennon, Eric Clapton, Paul McCartney, entre outros. Vivemos uma geração de
músicas enlatadas e descartáveis. Mas para nossa felicidade não é o caso de EJ!


 


 


Vamos para uma pauta inconveniente, mas do momento:


 



ANÔNIMOS.


 





 


Figura: ANÔNIMOS


 


"Devo lhe dizer isso, uma
desconhecida que eu encontrei

Uma mulher que com o passar do tempo eu esqueci

Anônima e
complacente

Encantada passa pelos Meus segredos e minha confidência estão seguros com você"


 


Trecho da letra:


Enchantment Passing Through


 


Music by Elton John

Lyrics by Tim Rice

 




http://www.eltonography.com/songs/enchantment_passing_through.html


 


Todos sabemos que em seu grupo você sugere que todos têm
liberdade para opinar e que você prefere não interferir nos anônimos. Acho
direito seu, pois a casa é sua. Não vou opinar se isso é bom ou ruim, deixo o
texto livre para você, abaixo.


 


 


Mas vou citar um fato recente de forma ilustrativa, pois
pode ser útil.


 


Houve uma questão judicial ganha por um usuário da UOL, que
foi ofendido em um grupo de discussão. O ofendido solicitou à UOL que retirasse
a ofensa do ar, e a empresa não acatou alegando não ser de sua responsabilidade
o fato ocorrido. A justiça (DITADO POPULAR: Em cabeça de Juiz...) entendeu que a
UOL têm o poder de manter ou retirar a ofensa, pois administrava o site ou grupo
em questão e ela se tornou co-responsável pelo ato: Resultado: AMBOS INDENIZARAM
O OFENDIDO.


 


Não estou dando idéias a terceiros, apenas citando o fato.


 


Baixaria online

UOL é condenado por não retirar conteúdo ofensivo de fórum

por Priscyla Costa

O UOL — Universo On Line — terá de pagar indenização de 30 salários mínimos (R$
9.000), por danos morais, ao advogado Bruno Olegário por permitir mensagens
ofensivas num fórum de discussão do portal


 


link:


 



http://conjur.estadao.com.br/static/text/40024,1


 


Essa ação acabou em conciliação:


 


Ação de danos
morais por difamação na Internet acaba em conciliação


 



link:


 





http://jus2.uol.com.br/pecas/texto.asp?id=109


 


SAIBA MAIS SOBRE PROCESSOS PENAIS EM GRUPOS DE DISCUSSÃO
EM:


Manual de sobrevivência na selva de bits: evitando as ações judiciais
contra publicações na Internet




http://www.abusar.org/manual_de_sobrevivencia_na_selva.html


 


 






 



 


 


Mesmo eliminando os anônimos existem profiles falsos,
fantasmas, aqueles que usam a foto de elton John ou usam capas de seus álbuns,
alguns, ou símbolos relacionados a elton, mas sem identidade física, é o chamado
“QUASE ANONMO”. Como você vê tudo isso?


 


Flávio: Vejo como um universo infinito que
libera as fantasias dos usuários. No Orkut sou o Flávio, mas posso ser João,
Elton John ou John Lennon. No Orkut é liberada as vontades para criar as mais
variadas comunidades, com os temas mais diferentes. E essa liberdade tem a sua
raíz nas próprias aberturas que a Web proporciona. Seja em chats, fóruns,
comunidades e sites. Podemos não ser sempre a pessoa está digitando na frente da
tela.


 


Sobre as políticas e leis, alguém
poderá processar o Orkut tal qual foi feito no caso UOL. Ok, isso é válido. Mas
a liberdade com tom de libertinagem não tem a ver com a EJ Brasil. A tendência
natural, no meu ponto de vista, é que o Orkut avance com novas regras de
conduta. Isso cabe ao Google e não a EJ Brasil.


 





Capa: CD SINGLE CANÇÃO "THE CAPTAIN AND THE KID" NAS LOJAS
NA INGLATERRA


 


Messes antes do lançamento do novo CD o web site

www.eltonjohnscorporation.cjb.net
  anunciou com colaboração de
Sylvio
Edgard de Castro
, a capa do novo cd , sendo essa, abaixo:


 






 


Um FURO de notícia, por EJC.


 


Vamos a assuntos mais amenos:


 


Sua comunidade tem o poder de trazer elton John ao Brasil.
Se os 4 mil associados enviarem e-mails para seu empresário o show se realiza,
pois mesmo verá interesse de público. Que tal realizar uma campanha para a vinda
do astro? Você fará a caravana EJ BRASIL?


 


Flávio: Estarei sim no Show do EJ caso
realmente venha para o Brasil. Particularmente prefiro que ele faça um show
fechado, pago e nos moldes seguros pois a má educação que, por natureza, existe
no Orkut, em chats ou em qualquer local de aglutinação humana pode gerar
conflitos, divergências e problemas de segurança. Principalmente no Brasil.


 


Mas quem vai definir isso são os
interessados na lucratividade desse projeto. Para o público final será gratuito
caso seja aberto na praia de Copacabana, mas certamente alguém ganhará com isso.
Então, vou torcer apenas para que não seja nos moldes do show dos Rolling
Stones.


Finalizando:


 


Gostaria de convidar você e seus associados para escreverem
matérias sobre Elton John para publicação em nossos web sites. Posso aguardar o
seu?


 


Observação: Essa  semana Flávio postou um texto seu no
grupo, depois dessa sugestão:


 


 


 


Flávio: Gosto bastante dessa iniciativa.
Gosto também de escrever sobre o tema em questão e fico a disposição para
colaborar com outras reflexões e ponto de vista!


 


Obrigado,


Flávio


 




           

VÍDEOS DE YOU TUBE PARA DOWNLOAD:


ELTON JOHN JUST LIKE NOAH´S ARK AO VIVO  BBC

Name: eltonjohn.flv

Size: 10MB

The download link is:
http://www.sendspace.com/file/x2nzto






ELTON JOHN OLD´67 AOVIVO BBC

Name: eltonjohnold67.flv

Size: 10MB

The download link is:
http://www.sendspace.com/file/29aaso




ELTON JOHN THE CAPTAIN AND THE KID AO VIVO


Name: eltonjohnthecaptainandthekid.flv

Size: 10MB

The download link is:
http://www.sendspace.com/file/ibzf32






ELTON JOHN : SATURDAY NIGHT´S ALRIGHT FOR FIGHTHING


Vídeo de 1973 do documentário de Bryan Forbes: ELTON JOHN AND BERNIE
TAUPIN SAY GOODBYE NORMA JEAN AND OTHER THINGS - No Hollywood Bowln


Name: eltonjohnsaturdaynights.flv

Size: 8MB

The download link is:
http://www.sendspace.com/file/15o1hb






 


AGUARDEM  SEMANA QUE VÊM:


Fantástico é o novo design de
www.eltonjohnsupershow.cjb.net
, totalmente reformulado...


APPLETS JAVA,


FLASH,


NOVOS JAVASCRIPTS


FERRAMENTA DE BUSCA,


DOWNLOADS YOU TUBE,


MÚSICAS DE FUNDO,


VÍDEOS NA TELA,


E MAIS UM MUNDO DE TECNOLOGIA


Nunca no mundo um web fan site chegou tão longe,  ao seu dispor.


Aonde?


Somente aqui...


Em Elton John´s Corporation !


 


 


 


  


0 Comments:

Post a Comment

<< Home